27 setembro 2013

Professores que valorizam à vida!

Hoje eu tive uma experiência que gostaria de compartilhar, uma experiência com um de meus professores na faculdade a qual faço parte. Um professor novato, mas que tem me ensinado muito!

Na manhã de hoje, 27 de Setembro de 2013, eu assisti a um vídeo que segundo o professor era para motivar aos alunos à programarem, este vídeo mostra o como o desenvolvimento de software é importante hoje e quanto ele será importante nos próximos anos. Ao final do vídeo o Professor pediu para que refletíssemos a respeito, perguntou se reconhecemos as pessoas que estavam no vídeo e alguns alunos reconheceram o criador do Facebook dentre outros.
A ênfase do professor foi para que pudéssemos ver que a programação enriquece, e ele explicou após o vídeo que ali estavam as pessoas mais ricas deste mundo (algumas delas) e disse mais, questionou-nos se por acaso já vimos algum médico rico, e ele mesmo respondeu que não existe médico rico. Disse que não queria menosprezar a profissão de ninguém, mas que era para irmos embora pensando no vídeo, pensando em riqueza, no que trará muito dinheiro.

Hoje não foi o primeiro dia que este indivíduo, ou melhor, que este professor, falou sobre dinheiro. A verdade é que ele sempre que pode fala muito sobre isso, sobre o local onde ele trabalha e de onde ele começou e com quantos mil ele começou a não sei quantos anos atrás...

E talvez você esteja lendo isso e pensando “Então o que este professor tem lhe ensinado?” ou então “Você está aprendendo a como ficar rica?”, e eu posso responder com toda a sinceridade do meu coração que: Eu estou aprendendo com ele, a não ser como ele!

Eu não quero ser uma profissional de uma área que eu não gosto por causa do dinheiro, hoje encontramos no mercado de trabalho diversos tipos de profissionais, e os melhores são aqueles que exercem seu trabalho porque amam, e não pelo dinheiro. A verdade é que aqueles que estão ali pelo que recebem, vivem sobrecarregados, estressados e não fornecem o seu melhor, porque o melhor a gente sempre dá quando ama o que faz.

Não eu não quero ser rica, e nem ocupar 30 horas de um dia que eu não tenho trabalhando, eu quero sim ter uma carreira e dar o meu melhor por ela, mas acima do profissionalismos eu quero ter tempo para minha família, eu quero amar meus filhos e ser presente na vida deles, quero ser exemplo e formar um caráter muito diferente do que temos encontrado por aí, quero fazer meu esposo feliz todos os dias mesmo que eu trabalhe fora ou estude, eu quero estar as noites em casa para fazer o jantar e fazer valer mais aquele dia ao lado dele.

E acima de tudo isso, da carreira e da família, eu quero valorizar a vida que Deus me deu. A bíblia diz que a raiz de todos os males é o dinheiro e diz também que é muito mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus, e conta ainda de um jovem rico que queria saber quais atos o levariam para a “vida eterna” e após Jesus recomendar que ele seguisse todos os mandamentos, o jovem (o qual a Bíblia nem diz o nome) responde que já os observa, Jesus acrescenta “Se queres ser perfeito, vai vender tudo que tens, e dá aos pobres, e terás um tesouro nos céus; depois vem seguir-me” (Mt 19:21).
E ainda observo muito mais, os profetas eles não andavam abarrotados de dinheiro, eles tinham a provisão necessária para aquele dia, e a palavra de Deus deixa muito bem claro que não devemos nos preocupar com o dia de amanhã, pois o amanhã terá seu próprio cuidado.

Hoje aprendi que quero viver minha vida na contramão do que as pessoas estão acostumadas, e afirmo quantas vezes for necessário, que não, eu não quero a riqueza. E se for pra ser rica que seja de conhecimento, de amor, de alegria, de paz. E se um dia eu vier a ter uma condição financeira boa, com certeza o dinheiro nunca será o meu senhor e eu não falarei dele como se fosse um deus.

Pois em minha vida há, um único Deus. Aquele que é Onipotente!  


Postar um comentário